Repórter da RBS TV é agredido

publicado em 18/03 às 01h29

Durante a produção de uma reportagem para a RBS TV, ontem à tarde, o repórter Giovani Grizotti e o deputado estadual Dionilso Marcon (PT) protagonizaram um episódio que terminou em agressão na Assembleia. O parlamentar chegou a arrancar o microfone das mãos do jornalista para atirá-lo no chão.

Grizotti diz ter sido chamado de “picareta”, e Marcon afirma que foi tachado de “covarde” ao negar entrevista.

Grizotti e o cinegrafista Giancarlo Barzi concluíam uma reportagem sobre deputados que, após registrar presença em plenário, deixam a Assembleia sem participar das sessões. No último dia 4, a equipe flagrou Marcon agindo dessa forma. Ontem, quando o jornalista foi tentar ouvi-lo, o deputado se recusou a dar entrevista.

No início da noite, tanto o deputado quanto o cinegrafista Barzi registraram queixa na Polícia Civil. Presidente da Assembleia, deputado Giovani Cherini (PDT) diz que não pode emitir opinião sobre o caso:

– Quando as duas partes dizem ter razão, para isso existe a Justiça.

Fonte: Clic RBS