Edson Sant'Anna Jr. (1965-2012) - O locutor símbolo da 1ª rádio rock

publicado em 28/05 às 20h59

Edson Sant'Anna Jr. ainda estava no primeiro da faculdade de jornalismo na Metodista, em São Bernardo, mas já fazia bicos como locutor e garoto-propaganda, graças a uma bela e potente voz grave.

Fazia imitações de tantos locutores que, em uma de suas "exibições", acabou descoberto e levado para a 97FM, então sediada em Santo André e que se auto-intitulava "a primeira rádio rock" do país.

Edson, ou Jota Erre, como ficou conhecido, acabou se tornando a principal voz da 97FM ainda na primeira metade dos anos 80. Acabou virando uma espécie de marca registrada do rock'n'roll e um ícone da região do ABC.

A rádio lhe permitia fazer a própria programação e tocar o que bem entendesse. Jota gabava-se de ser o único locutor do país que tinha tocado no ar uma versão de "Moby Dick" (Led Zeppelin) com direito ao solo completo de bateria de John Bonham.

Apaixonado por música, estudou, se tornou baixista e acabou integrando várias bandas nos anos 80 e 90, como a Planeta Central e Madame Terra.

Após deixar a 97FM, seguiu para outras rádios, como a Brasil 2000, Mix, Transamérica e 89FM. No início dos anos 2000, trocou a paixão do rádio pela da TV.

Praticamente sozinho, estudou leis de radiodifusão e montou em Santo André a Eco TV, emissora comunitária de sinal fechado, que inspirou a criação de outras semelhantes país afora.

Jota Erre morreu na noite de sexta, em Rondonópolis (MT), onde tinha programa numa TV local, poucas horas antes de completar 47 anos. Foi vítima de um infarto fulminante. Deixa mãe, irmãs e dois filhos.

Fonte: FOLHA ONLINE