Radio Difusora que funciona em Campo Grande será homegeada por ser a mais antiga do Centro Oeste

publicado em 16/06 às 00h58

A Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão) vai homenagear, na terça-feira (19), à Rádio Difusora Pantanal Digital, instalada e em funcionamento em Campo Grande.  Essa homenagem ocorrerá por ocasião dos “90 anos do Rádio no Brasil”, a ser celebrado na abertura do 26º Congresso da ABERT e que acontecerá aqui em Brasília nos próximos dias 19, 20 e 21 de junho. A Difusora é a rádio que está a mais tempo no ar na Região Centro-Oeste, são 73 anos de atividades.

No evento, a entidade vai homenagear as emissoras de rádio que estão há mais tempo no ar em cada região brasileira, bem como aquelas com maior tempo de operação, tanto AMs quanto FMs, no país. A escolha foi feita com base no Anuário Estatístico do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Além da Rádio Difusora, a Abert também homenageará a Rádio Clube, de Recife, de Pernambuco; a Rádio São João Del Rey, no município de mesmo nome, localizado no Estado de Minas Gerais. As duas são as mais antigas emissoras em funcionamento no Brasil.


Também serão homenageadas a Rádio Sociedade, de Salvador, da Bahia; a Rádio Clube, de Curitiba, do Paraná; a Rádio MEC, Rio de Janeiro, no Estado do Rio de Janeiro e a Rádio Clube do Pará, instalada na Capital Belém.

O deputado federal Giroto (PMDB/MS) utilizou a tribuna na manhã desta sexta-feira (15) para ressaltar a homenagem .  O parlamentar ressaltou que “a Rádio, hoje sob a direção do Jornalista e radialista Benedito de Paula Filho e do Publicitário Robson Gatti, está em operação desde 1939”. Ela foi inaugurada no dia 26 de agosto de 1.939, e propaga sua programação pela AM-1240 Kilohertz.

“Rádios como a Difusora Pantanal Digital cumpriram e cumprem importante papel de entretenimento, utilidade pública, serviços, integração à distância e presença nos grandes acontecimentos sociais, políticos, ou de solidariedade humana, quebrando o silêncio das cidades, dando voz às sociedades na primeira metade do século passado, e ainda hoje continuam firmes, cumprindo seu papel de presença na vida das pessoas através das ondas do rádio”, destacou Giroto.

Fonte: http://www.midiamax.com