Rádio pirata de SP cobra para transmitir propaganda eleitoral antecipada

publicado em 24/05 às 20h30

Uma rádio pirata em São Paulo (SP) permite que pré-candidatos ao cargo de deputado façam campanha a menos de duas semanas do início legal das propagandas eleitorais, de acordo com a Rádio Bandeirantes.

Para liberar uma hora na grade de programação, a rádio religiosa Esperança cobra R$ 400 mensais. "Pode falar à vontade do trabalho, dos projetos. Só a música que tem que ser louvor", declarou o responsável pela emissora, o pastor Vinícius de Abreu, que ainda revelou que está "em fase de negociação" com dois pré-candidatos, um a deputado federal, outro a deputado estadual.

A rádio, transmitida pela frequencia 106,7 FM, cobre parte da zona sul da capital e a região de São Bernardo. Além de contrariar o veto do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) em relação às propagandas antecipadas, a Esperança ainda estaria interferindo na comunicação entre a torre de controle do Aeroporto de Congonhas e os aviões.

Fonte: Redação Portal IMPRENSA