Rádio Vaticana sugere dar polvo Paul a ex-técnico da Itália

publicado em 13/07 às 10h50

A Rádio Vaticana sugeriu nesta segunda-feira que o polvo vidente Paul fosse presenteado ao ex-técnico da seleção italiana Marcello Lippi, cujo time fez a pior campanha de sua história em Copas do Mundo em 2010. As informações são da agência Ansa

A brincadeira foi feita durante o programa esportivo "Non solo sport", ao final de uma edição no qual foi recordado o anúncio feito no domingo de que o molusco é originário da ilha italiana de Elba, onde desde a época dos etruscos e romanos estes animais eram utilizados para previsões.

Um pescador entrevistado pela Rádio Vaticana assegurou que Paul foi recolhido do mar em uma localidade entre Rio Marina e Porto Azzurro por uma alemã que depois o levou a seu país e o vendeu a um museu.

A Itália foi eliminada ainda na primeira fase da competição, com uma campanha que gerou muitas críticas, ao empatar por 1 a 1 com Paraguai e Nova Zelândia, e perder por 3 a 2 para a Eslováquia.

Também nesta segunda o jornal vaticano L'Osservatore Romano dedicou uma manchete à Copa do Mundo, citando "a lei do polvo" e defendendo "o verdadeiro grande vencedor do Mundial sul-africano".

"Os espanhois agora pensam em uma operação de salvação do adivinho que, se chegar em terra ibérica, será aclamado como um herói. Permanecendo entre os alemães, se arrisca, ao contrário, a acompanhar as proverbiais ótimas batatas", comentou a publicação.

Globalmente famoso, o polvo Paul fazia suas previsões ao escolher em qual prato comeria, sendo que cada um dos recipientes continha uma das bandeiras dos times que se enfrentariam na competição.

Habitante de um aquário alemão, o molusco acertou oito entre oito palpites, inclusive a da campeã, Espanha, que bateu a Holanda e conseguiu o título inédito.

Fonte: TERRA