História da antiga Rádio Friburgo se transforma em museu virtual

publicado em 18/07 às 15h13

A antiga Rádio Sociedade de Friburgo - ZYE 4 (atual Rádio Nova Friburgo AM – ZYJ 472 – 660 khz) já tem o seu museu. Nem que seja virtual, como parte do acervo da Fundação D. João VI, antigo Departamento Pró-Memória, da municipalidade. A apresentação foi feita na noite de sexta-feira, 9, no hall de entrada do Teatro Irmã Sania Cosmelli, pela doutora em história Maria Ana Quaglino e Nelson Bohrer (Guguti), ambos da Fundação D. João VI. Um seleto grupo assistiu à apresentação do museu.
De acordo com Maria Ana, o projeto do museu surgiu a partir do trabalho do Pró-Memória, que organizou todo o acervo, como aparelhos, discos e filmagens. A digitalização foi feita quando da chegada de Guguti ao Pró-Memória, no atual governo municipal, ocasião em que foi transformado em fundação. “A rádio é um patrimônio do município e o museu é um trabalho de aproximação dos historiadores com a rádio”, disse Maria Ana.
Guguti falou da organização do site do Centro de Documentação D. João VI, no ar desde 2009. Ali estão jornais, como A VOZ DA SERRA, desde sua fundação em 1945; O Progresso, primeiro jornal de Nova Friburgo; e agora a antiga Rádio Sociedade de Friburgo.
“A ideia é criar um museu virtual digital, pensando o contexto da rádio na história de Nova Friburgo”, comentou Guguti, acrescentando que antigos discos da emissora foram digitalizados. No site da fundação também aparecem cerca de 40 fotos antigas da rádio.
DESCULPAS E AGRACECIMENTO – O locutor da Rádio Nova Friburgo AM, Erlinto Pinheiro, fez questão de pedir desculpas aos atuais diretores da emissora por eles não terem sido convidados para aquela apresentação do museu da emissora. Ele lamentou também não ter conseguido alguns depoimentos para o museu, como, por exemplo, de Nádia Huguenin. Erlinto salientou que o projeto do museu virtual da rádio AM tem alguns erros, citando, entre eles, a falta de convite aos atuais diretores para aquela apresentação, e garante que eles serão convidados por ocasião do lançamento oficial do projeto, em data ainda a ser definida. O locutor aproveitou para agradecer aos colegas que ajudaram no projeto, inclusive doando equipamentos, como uma mesa de som, gravadores de rolo e uma máquina de gravação de LPs de propaganda dos anunciantes, que agora integram o museu.
Maria Ana encerrou o ato agradecendo a presença de Thereza Albuquerque, que recebeu as peças e equipamentos da antiga rádio AM, o que possibilitou a organização do museu, que pode ser acessado agora através da página da Fundação D. João VI.

Fonte: A VOZ DA SERRA